terça-feira, Dezembro 20, 2011

Pausa



O tempo, disponibilidade e a vontade para aqui escrever tem sido pouca. Não sei por quanto tempo será esta pausa, mas espero, no entanto que seja curta. Até lá, o meu muito obrigado a todos os que por aqui passaram.

segunda-feira, Dezembro 12, 2011

sexta-feira, Dezembro 09, 2011

Tago Mago dos CAN, edição comemorativa do 40º aniversário

Tago Mago, o segundo disco dos germânicos CAN ficou marcado pela mudança de formação da banda. Michael Mooney, ex-soldado americano, vocalista original, deixa a o grupo, tendo sido substituído por Damo Suzuki. Tago Mago marca um novo paradigma música da banda, enveredando por novos caminhos, assente numa secção rítmica hipnótica, apresenta uma sonoridade falsamente minimalista, construída por camadas que gradualmente vão evoluindo até atingirem a exaustão das mesmas.

A edição de comemoração do 40º aniversário inclui um CD ao vivo com três temas.

Halleluwah

terça-feira, Dezembro 06, 2011

Nisennenmondai, hoje no Porto, amanhã em Lisboa

Este nome não dirá nada a muito boa gente no nosso país, mas este trio de japonesas arrastam uma legião de fãs incondicionais. Confesso que perdi o rasto desta banda há alguns anos e continuo a não perceber o que se passa com os progamadores de concertos (certamente ocupados a organizar festivais de música de pastilha elástica...). Criadoras de um rock tribal, minimalista mas repleto de (boa) distorção, as Nisennenmondai apresentam-se hoje no Porto, mais concretamente no Plano B, e, amanhã, na ZDB, em Lisboa. A primeira parte é da responsabilidade dos regressados Lobester.




A Hawk and A Hacksaw, hoje em Lisboa

Mais concretamente, no Teatro Maria Matos.

Video: I Am Not A Gambling Man

quinta-feira, Dezembro 01, 2011

quinta-feira, Novembro 24, 2011

The Art of Sounds, documentário sobre Pierre Henry

The Art of Sounds é um documentário sobre Pierre Henry, compositor experimental françês e um dos pioneiros da música concreta. Este documentário traça o seu percurso na busca de novos sons que viriam a chocar o mundo musical. Henry juntamente com Pierre Schaeffer, criaram uma forma única de música baseada na modificação electrónicamente de sons ambiente.


quinta-feira, Novembro 17, 2011

Gouveia Art Rock 2012, a primeira banda anunciada

A edição 2012 do festival progressivo Gouveia Art Rock irá ter 3 dias, como já fora anuciado, realizando-se entre os dias 27 e 29 de Abril. A primeira banda a ser anunciada, foram os franceses Lazuli.


Video: on nous ment comme on respire

quarta-feira, Novembro 16, 2011

sexta-feira, Outubro 28, 2011

Amanhã a não perder, Bardo Pond e Marcia Bassett & Margarida Garcia

Amanhã, na ZDB, pelas 23 horas, os Bardo Pond estreiam-se em Portugal, para conduzir os espectadores numa viagem psicadédica, como poucas bandas actuais conseguem fazer. Na primeira parte, Marcia Bassett junta-se a Margarida Garcia para um outri tipo de viagem, mais obscura e sombria.


Ponto de escuta: Bardo Pond - Isle
Bardo Pond - Isle by All Tomorrows Parties

Ponto de escuta: Marcia Bassett
Bassett by ZDBmuzique

Videos 088 - Esmerine - Sprouts


Esmerine "Sprouts" (LIVE) from Constellation Records on Vimeo.

quarta-feira, Outubro 26, 2011

Os Mazzy Star regressam aos discos 15 depois

Os Mazzy Star são uma das minhas referências dos idos anos 90 e regressam agora aos discos com um CD-single após um hiato de 15 anos. A rodela contêm dois temas, Common Burn e Lay Myself Down. O disco é editado dia 31 de Outubro.


Ponto de escuta: Commom Burn
Mazzy Star - Common Burn by weallwantsome1

Lay Myself Down
Mazzy Star - Lay Myself Down by darquis

terça-feira, Outubro 25, 2011

Pink Floyd e Frank Zappa ao vivo 42 anos depois



O duplo álbum dos Pink Floyd, Ummagumma, foi editado faz 42 anos. Não sendo um dos trabalhos de referência da banda inglesa, o disco obteve um considerável sucesso comercial (nomeadamente na Grã-Bretanha) e permitiu consolidar a reputação underground e experimental da formação.


No mesmo dia em que Ummagumma foi editado, Frank Zappa, um dos mais criativos e inventivos músicos do século XX tocou com os Floyd em Amougies .


Os Pink Floyd encontravam-se ainda em fase de procura de um rumo sonoro após a saída de Syd Barrett. More alcançou um relativo sucesso na Europa, mostrando uma faceta nova da banda, mais folk e acústico. Após a saída desse álbum, a banda começou a preparação do seu novo disco que se viria a chamar Ummagumma, que na gíria de Cambridge significa relação sexual. Dificilmente se poderá designar este disco com um disco normal da banda, pois ele é constituído por duas partes, uma ao vivo e a segunda de estúdio, constituído por temas compostos individualmente por cada elemento da formação. Segundo se consta a ideia partiu do teclista Richard Wright. O disco ao vivo foi gravado nos concertos em The Mother’s Club in Birmingham, no dia 27 de Abril e no Manchester College of Commerce, no dia 2 de Maio de 69. Curiosamente, nos créditos, constam que foram gravados no mês de Junho, que não corresponde à realidade. Interstellar Overdrive fazia parte dos planos de edição, mas não chegou a ser editada. Dois motivos são apontados: direitos de autor, uma vez que o tema foi composto por Syd Barrett, o que não deixa de ser estranho, uma vez que Astronomy Domine, igualmente composto por ele fez parte da edição; o outro, e mais provável, uma má qualidade de gravação tendo sido dada a alguns amigos, nomeadamente a John Peel. Careful With That Axe Eugene era um tema original, que mais tarde foi reutilizado na banda sonora de Zabriskie Point, de Antonioni, tendo surgido igualmente, numa versão de estúdio, em Relics, uma colectânea editada em 71. Os outros dois temas são A Saucerful Of Secrets e Set the Controls For The Heart of The Sun, ambas dos suegundo álbum de originais da banda. Os Pink Floyd monstravam finalmente em disco porque eram uma das melhores bandas em concerto nos anos sessenta.

O disco de estúdio foi produzido por Norman Smith, e na opinião de David Gilmour, foi mal gravado, tendo a banda inclusive pensado em refazer a gravação. A ideia consistia na realização de experiencias individuais, tendo cada membro a responsabilidade de compor um tema. Sysyphus, da autoria de Richard Wright marca o início da viagem pelo experimentalismo sonoro, onde o teclista aproveita para desenvolver uma estrutura musical complexa e orquestral em camadas sonoras. A Roger Waters coube o segundo tema, que dividiu em dois. Grantchester meadows, um tema folk pastoril, denota características de More, para depois instalar a confusão sensorial com a muito humorística (bem ao género do sentido de humor apurado de Waters), Several Species of Small Furry Animals Gathered Together in a Cave and Grooving with a Pict. Durante muitos anos, este tema deteve o recorde de a música com o título mais longo. Waters desenvolve as suas experiencias com a manipulação sonora, conseguindo algo original para a produção musical. O tema parece um longo discurso de Hitler aos insectos, mas pelo meio encontra-se uma frase de Gilmour que diz: “This is pretty avant gard, isn’t it?” Para ouvir tal mensagem é necessário por o disco a rodar a metade da velocidade. Confesso que nunca me dei ao trabalho de realizar tal experiência. O tema de Gilmour, é por sinal o menos interessante dos quatro, o que faz jus à sua inexperiência à época de compor música. The Narrow Way tem igualmente duas partes, a primeira mais folk e a segunda mais eléctrica. Nick Mason, que por sinal também nunca foi grande compositor, apresentou em The Grand Vizier’s Garden Party, manipulações electrónicas e percussão, com algumas partes de flauta pelo meio.
O design da capa foi mais uma vez entregue à equipa de Storm Thorgerson, sendo constituída por quatro fotografias, uma dentro da outra, estando em cada uma delas, um dos músicos sentado num banco enquanto os outros elementos faziam poses diferentes ao fundo. Na versão europeia surge igualmente a capa da banda sonora do filme Gigi, de 1958, com a actriz Leslie Caron, mas que foi retirada da versão norte-americana devido a problemas de direitos de autor. A fotografia da contra capa foi tirada em Biggin Hill, em Kent, e para além do equipamento da banda e de dois roadies, Pete Watts e Alan Stiles, sim, o Alan que surge em Alan’s Psychedelic Breakfast.

Ummagumma foi acusado de ser um objecto pretensioso, demonstrando uma ambição exagerada, não mostrando uma coerência nem um caminho a seguir. Acho que nunca esteve na mente dos Floyd nesses tempos, seguir um caminho único, preferindo realizar novas experiências a cada novo trabalho. Foi assim até ao Dark Side of the Moon. Depois, é a história que já todos conhecemos…


Parte deste texto foi escrito em 25 de Outubro de 2009 e publicado em Sons de Musica.




Frank Zappa com Pink Floyd Interstellar Overdrive

segunda-feira, Outubro 17, 2011

Bad as Me, o novo disco de Tom Waits em streaming

O tão aguardado novo disco de Tom Waits será editado no próximo dia 24 deste mês, senco, no entanto, possivel, ouvi-lo na integra na página oficial de Waits.


Ponto de escuta: Back in the Crowd

Tom Waits - Back In The Crowd by antirecords

Bad As Me
Tom Waits - Bad As Me by antirecords

domingo, Outubro 09, 2011